Busca

Portal GODDAMNIT

Por que ser normal se você pode ser GODDAMNIT?

Resenha: O Beijo das Sombras ( Academia de Vampiros #1)

Autora: Richelle MeadO-BEIJO-DAS-OMBRAS

Editora: Agir

Páginas: 320

Ano de lançamento: 2009

Edições: 1

ISBN: 9788520923375

[ SPOILER ALERT ]

O beijo das sombras é o primeiro livro da saga Academia de Vampiros escrita por Richelle Mead, antes de começar a review eu acho melhor explicar algumas coisas para que não fique tão confuso. A autora criou o seu próprio mundo de vampiros e com isso ela criou três espécies de personagens, Dampiros, Morois e Strigois. Os Dampiros são o cruzamento de humanos com os Morois, eles tem uma resistência maior à luz solar e também são mais fortes, por isso são designados como guardião dos Morois. Os Morois são a realeza dos vampiros, existem 12 famílias de morois: Dragomir, Badica, Conta, Ozera, Tarus, Dashkov, Drozdov, Voda, Lazar, Zeeklos, Szelsky and Ivashkov, eles não podem ficar muito tempo expostos ao sol e necessitam de sangue para sobreviver. Os morois podem controlar um dos 4 elementos: água, terra, ar e fogo. Os Strigois são a raça de vampiros malignos que querem destruir o reinado dos Morois, os strigois podem ser humanos que foram mordidos por outros strigois e a troca de sangue foi feita, morois que foram mordidos por strigois e foi feita a troca de sangue ou Morois que matam pessoas.

Os Morois e os Dampiros, quando adolescentes, estudam no Colégio São Vladmir, uma escola que é altamente segura para os morois e o dampiros em treinamento por conta da barreira protetora que é colocada em volta dos portões da escola, que a deixa a fora do radar e afasta os strigois.

O livro traz um mundo “vampiresco” completamente novo. Rose é uma dampira que tem que proteger sua amiga Lissa, a última da linhagem dos Dragomir, de strigois. Os pais de Lissa morreram num acidente de carro do qual ela e Rose sobreviveram.

Lissa, ao contrário de todo o Moroi, não conseguia se especializar apenas num elemento e também tinha um estranho dom para cura. A professora Karp viu Lissa curando um corvo que caíra no pátio da escola e sugeriu para Rose que ela é Lissa fugissem da escola pois Lissa não estava segura dentro de São Vladmir. Rose preocupada com a segurança de Lissa, segue as instruções da professora.

Conseguiram viver quase o ano letivo inteiro fora de São Vladmir, até que um dia foram encontradas por um grupo de dampiros enviados pela Diretora Kirova, diretora de São Vladmir, comandados por Dimitri Belikov, ou Deus como os outros dampiros o chamam. Dimitri seguiu estritamente as ordens da Diretora e levou as duas garotas de volta para a escola.

Ao chegar na escola, Lissa encontra seu doente Tio, Victor Dashkov e sua prima Natalie Dashkov. Como passara muito tempo fora, Natalie se ofereceu para ser sua colega de quarto. Rose não teve muita escolha além de aceitar ter Dimitri como seu tutor para compensar todo o treinamento que fora perdido enquanto ela esteve fora.

Lissa perdera namorado para Mia Rinaldi, uma Moroi de uma família não nobre como a delas todos os seus amigos. Isso fez com que ela passasse muito tempo no sótão da igreja lembro sobre São Vladmir, o Moroi que a escola carregava o nome. São Vladmir, assim como Lissa, tinha o poder de curar pessoas e controlar todos os outros quatro elementos. Nessas visitar a igreja, Lissa começou a passar muitotempo com Christian Ozera, um garoto que era odiado por toda escola porque os pais tinham decidido virar strigois.

Lissa e Rose escondiam um segredo que ninguém mais sabia, Rose conseguia entrar na cabeça de Lissa e enxergar pelos olhos da amiga, a professora Kirova definiu isso como “Beijada Pelas Sombras” que significava que ela tinha morrido e voltado a vida, talvez por Lissa. Não era algo que ela podia controlar, ou ao menos nunca tinha tentado controlar esses episódios mas se sentia mentalmente desgastada depois de sair da cabeça da amiga.

Com impasse do tempo, Lissa começou a usar a compulsão , algo que todos os vampiros tem massa alguns  é mais forte que em outros, para conseguir falar com todos os seus amigos, ter seu namorado de volta e reformar o lugar que a Princesa Dragomir deveria estar. Com isso, começaram a acontecer  coisas estranhas, animais mortos que frequentemente achados em seu dormitório com mensagens de sangue escritas pelas paredes. Lissa muita das vezes tentava salvar os animais, mas nem sempre conseguia.

Eu provavelmente esqueci de mencionar antes mas Lissa é uma usuária de espirito, o quinto e raro elemento que só apenas alguns vampiros podem controlar. Sempre que Lissa usa a compulsão ou tenta usar a cura, ela desenvolve uma espécie de depressão por conta do espirito.

Quando Rose, Lissa e Natalie saem para fazer compras, Rose descobre que São Vladmir também podia curar as pessoas como Lissa e desenvolveu também um tipo de depressão. Vladmir era protegido por Anna, sua guardiã que também fora beijada pelas sombras como Rose. Quando voltaram para São Vladmir, Rose acaba se machucando e descobre quando acorda na enfermaria que Lissa a curou. Como elas dividem um laço, Rose descobre que Lissa se encontra sangrando no sótão da igreja e contando isso para os outros para que ela possa ser “salva” acaba enfraquecendo o laço de amizade entre as duas.

De algum modo Mia descobre do caso de depressão de Lissa e começa a espalhar para todos na escola, e ai vem a melhor parte do livro todo, quando a Mia leva um soco no meio da cara de Rose (provavelmente um dos meus momentos favoritos depois do que vem a seguir). Depois disso Lissa foge e é raptada por um grupo de  guardiões e Rose não pode segui-lá porque estava sendo segurada por milhões de seguranças e é obrigada a voltar a seu dormitório.

Não vendo outra escolha, Rose decide contar a Dimitri tudo o que aconteceu e é nessa hora que a coisa mais maravilhosa que você podia imaginar acontece. Bom, o Dimitri tem quase 2 metros de altura, cabelos castanhos “compridos” (nos ombros) e um corpo esculpido pelos Deuses, sem falar no sotaque russo…. enfim,   ao inves de contar Rose se distrai um pouco e acaba fazendo mais coisas do que deveria, e como eu queria ser a Rose naquele momento……. até que o dimitri quebra todo o clima arrancando o colar enfeitiçado que a rose usava.

Quando Rose sai do encantamento, ela consegue ver aonde Lissa está e contar a Dimitri para que ela possa ser resgatada. Rose pelo laço consegue ver Victor e deduz que Natalie, sob ordens dele, estava colocando os animais em seu quarto para que assim Victor pudesse descobrir se Lissa era ou não uma usuária de espirito e assim usar ela como fonte de cura para a sua doença.

Quando eles saem do carro encontram Christian, ele tinha se escondido no carro para ir junto resgatar Lissa. Lissa controla um dos guardas para ficar quieto enquanto ela escapa. Rose e Christian tem que enfrentar os “cães infernais”, eu não sei como eles se chamam em português mas em inglês é psy-hounds e Christian acaba ficando muito machucado e Lissa fraca demais para curá-lo o que leva Rose a dar-lhe um pouco de seu sangue para que assim ela possa curar Christian.

Victor e Natalie acabam sendo presos e Victor confessando sobre o colar que ele dera a Rose. Natalie virou um Strigoi para poder salvar a vida de seu pai e vem confrontar Rose quando o Dimitri aparece e salva a vida de todos, yay!

Depois disso um monte de mimimi acontece, Christian e Lissa começam a namorar, Mia consegue o status dela de volta e o Dimitri esclarece todos os seus sentimentos por Rose e o porque deles não poderem ficar juntos.

Esse é provavelmente uma das minhas estórias favoritas de vampiros, a Richelle fez um ótimo trabalho criando esse universo, você não percebe no começo mas todos os horários são trocados (eu demorei muito para perceber isso) e os personagens tem um background sólido e muito bem elaborado. Se  você não leu, eu totalmente recomendo. O livro é contado no ponto de vista da Rose e ela é MUITO ENGRAÇADA (fala um monte de bosta, sério mesmo) e faz você se sentir mais perto dos personagens, não sei, é estranho mas leiam!

Observações gerais

  • o livro ganhou um filme em 2014 intitulado “Academia de Vampiros”. Não chegou nos cinemas brasileiros por medo da distribuidora de não ter audiência suficiente mas o filme está disponivel em DVD e no Netflix, dá para dar boas risadas.
  • em 2011 o livro ganhou uma versão em graphic novel aka quadrinhos em ingles, não sei se eles vão traduzir ou qualquer coisa do gênero.
Anúncios

Confira o Trailer de “Alice Através do Espelho”!

 
Dá uma ligada nesse trailer:

O filme traz de volta vários dos principais profissionais da equipe de Alice no País das Maravilhas (Alice In Wonderland), incluindo o compositor premiado Danny Elfman (50 Tons de Cinza, Big Eyes, O Lado Bom da Vida), a figurinista três vezes ganhadora do Oscar® Colleen Atwood (Memórias de uma Gueixa, Chicago), ganhadora do Oscar, do BAFTA e do Satellite, entre outros, por seu trabalho em Alice no País das Maravilhas, e o supervisor de efeitos especiais, cinco vezes vencedor do Oscar Ken Ralston (Forrest Gump – O Contador de Histórias, Star Wars Episódio 6: O Retorno de Jedi), ganhador do prêmio Satellite de melhor efeito visual por Alice no País das Maravilhas (Alice In Wonderland).

E aí? Estão preparados?  É uma questão de tempo 😜

REVIEW: “A Rainha Vermelha” por Victoria Aveyard

  
Autora: Victoria Aveyard

Editora:
 Seguinte

Páginas:
 419

Classificação:
4/5 estrelas

Um mundo dividido, governado pela onipotentes Prateados — a elite portadora de poderes especiais, comparando-se a deuses por terem um sangue especial —, eles acreditam que podem mandar, oprimir e desprezar os Vermelhos, pessoas normais de sangue comum que vivem em extrema pobreza, onde são obrigados a lutar em uma guerra que não é deles, esse é o destino dos irmãos de Mare Barrow e em breve o seu também.

Mare é uma Vermelha, assim como todos de sua família. Ela é uma ladra, rouba para sobreviver e ajudar a sua família a não morrer de fome, já que seus irmãos mais velhos estão todos na guerra — e ela sabe que esse será seu futuro, afinal, ela não possui nenhum emprego. Porém, tudo muda quando Kilorn (seu amigo de infância) perde seu emprego e terá de ser enviado a guerra junto com os outros. Mare não aceita isso e decide abandonar tudo por ele.

No entanto, nada é tão simples assim. Mare acaba conhecendo Cal, que lhe dá um emprego no palácio. Onde, surpreendentemente, Mare descobre que tem poderes assim como os Prateados. Mas como isso é possível se ela é apenas uma Vermelha? Em paralelo aos seus problemas, uma revolução está se formando. É outra guerra, mas dessa ver os Vermelhos vão lutar por si mesmos, em busca de algo melhor, de dignidade. E logo Mare, com suas habilidades incomuns, se torna o centro de tudo, um peão em um jogo de deuses.

O QUE FOI ISSO? Essa era a única coisa que flutuava na minha mente depois que terminei de ler Rainha Vermelha. O livro foi uma mistura de sensações, inesperado em diversos momentos e clichê em outros. Sabe aquele livro repleto de surpresas e que não segue a linha de mesmice? Que te deixa de boca aberta a cada fim de capítulo? Então, essa é a obra de Victoria Aveyard.

Mare é uma personagem guerreira, forte e ríspida e ao mesmo tempo bondosa, atenciosa e protetora, mas a garota está longe de ser perfeita. Ardilosa, até traiçoeira, ela está disposta a tudo por aqueles que ama, mas sabe que há consequências e está disposta a sofrer pelo bem de todos.

É difícil não sentir na pele tudo que a protagonista passa. A narração é em primeira pessoa, o que torna tudo mais emocionante.

Eu fiquei surpreso pois eu realmente me apaixonei pela intensidade da trama, você sente na pele cada alegria e sofrimento e acaba se formando uma linha tênue entre personagens ficticios e vida real porque tudo é tão cru. Odiei e me apaixonei pela mistura de sensações e, sinceramente, nem sempre tudo foi de uma forma boa. Muitas vezes minha vontade era de gritar “MAS O QUE???” Foi realmente uma história que mexeu comigo.

O romance foi mais um ponto que não estava a minha espera, balançou as estruturas, completamente i-n-e-s-p-e-r-a-d-o! Nunca li algo parecido e fiquei muito surpresa com o plot que Victoria nos presenteou. Cal e Maven são egoístas e não amam Mare de todo o coração como estamos acostumados a ver em muitos livros. Na verdade, primeiramente no coração deles vem eles próprios, suas causas, e é difícil saber se vamos amá-los ou odiá-los. Provavelmente será os dois ao mesmo tempo.

Amei esse livro pelo diversos pontos positivos que encontrei nele, mesmo a raiva, o sofrimento, foram pontos positivos por me fazer sentir, e essa foi uma entre as várias grandes cartadas de Victoria. Mal posso esperar para ler sua sequência. A história une o potencial de várias outras trilogias distópicas que já foram publicadas, com a diferença que a autora está disposta a ousar, e até a errar a mão se for preciso. Rainha Vermelha tem o plot comum de uma plebeia que é elevada a algo maior por suas peculiaridades, a garota que deveria ser comum ao lado de grandes, mas a grande diferença é que essa garota não quer estar ao lado dos grandes e sim ao lado dos seus e está disposta a tudo por isso, até mesmo um coração partido e um tapete de sangue e lágrimas a sua frente para chegar a vitória.

Esse livro, vai além do conto de fadas, além de muitas distopias clichês que já li, ele é um must-read.

Indique esse livro para seus amigos, pois ele trará um novo ponto de vista, uma nova realidade.

Saúdo a você Victoria, aguardo a continuação dessa masterpiece literária.

Nas histórias, nos antigos contos de fadas, um herói sempre aparece. Mas todos os meus heróis estão longe ou mortos. Ninguém vai aparecer pra mim.

OUÇA! “Delirium” novo álbum de Ellie Goulding

  

 

Com apenas 1 dia para seu lançamento oficial, o álbum “Delirium” de Ellie Goulding acabou vazando na web.

Seu trabalho na versão deluxe conta com 19 faixas, e temos as faixas “Outside”, que originalmente é do Calvin Harris, e “Powerful”, que originalmente é do Major Lazer, inclusas no disco.
Max Martin, Greg Kurstin e Savan Kotecha são alguns dos produtores que colocaram seus dedos no disco.

Confira:

http://www.itemvn.com/MPlayer.swf?configURL=http://www.itemvn.com//playlists/album/105000/_4TWIQNGD0CKZ.xml&autoPlay=false

SOS! SIA LANÇA VÍDEO DE “ALIVE”!

SEGURA BERENICE! VAMOS BATER!

  

Sia acaba de divulgar em seu Twitter oficial o link para o videoclipe de “Alive”, de surpresa como ela vem fazendo nas últimas semanas. 

Confira “Alive”, dirigido por ela e Daniel Askill!

CMA 2015: Confira as performances de Carrie Underwood, Fall Out Boy, Pentatonix e muito mais.

  

A premiação Country Music Association Awards 2015 ocorreu na noite de ontem (4/11) em Nashville, no Tennessee, premiando os maiores nomes da música country de 2015.

Temos entre os maiores vencedores da noite Luke Bryan, que levou para casa o troféu de “Artista do Ano”; Miranda Lambert, que ganhou na categoria de “Vocalista Feminina do Ano”; e o Little Big Town, que levou as categorias de “Single do Ano” e “Canção do Ano” por Girl Crush”, além de arrematar o prêmio de “Grupo Vocal do Ano”.

As performances da noite contaram com grandes artistas country e também trouxe novidades de outros gêneros, como o Fall Out Boy, que se apresentou ao lado de Thomas Rhett; o grupo Pentatonix; e Justin Timberlake, que subiu ao palco com Chris Stapelton.

Confira as performances:

Podemos ver muitos artistas de outros gêneros vieram prestigiar os nomeados e vencedores na premiação e arrasaram! Sensacional!

A Garota na Teia de Aranha: Novo livro da saga Millennium irá para as telonas!

  

A Garota na Teia de Aranha (The Girl in the Spider’s Web) será a próxima adaptação da história de Lisbeth Salander e do jornalista Mikael Blomkvis em Hollywood (via The Wrap). O livro, escrito por David Lagercrantz, continua a franquia criada por Stieg Larsson, que morreu em 2004. Desde seu lançamento, em agosto, já forma vendidas mais de 80 milhões de cópias.

O longa, porém, não continuaria o que foi iniciado em Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres (The Girl with the Dragon Tattoo), deixando de lado o filme de David Fincher com Rooney Mara e Daniel Craig – a adaptação de A Menina que Brincava com Fogo não estaria oficialmente cancelada, mas não há previsão para o longa sair do papel.

Os produtores Scott Rudin e Amy Pascal estão em busca de um diretor e do elenco, com Alicia Vikander cotada para assumir o papel principal. O roteirista Steven Knight (Senhores do Crime) está em negociações para assinar o roteiro.

Em A Garota na Teia de Aranha, a hacker Lisbeth Salander e o jornalista Mikael Blomkvist precisam juntar forças para enfrentar uma nova e terrível ameaça. O livro ganhará duas sequências, ainda sem título – leia mais. A trilogia original já foi adaptada nas versões estreladas por Noomi Rapace.

Segura essa notícia! Já estamos ansiosos!

Conventional: Karen Gillan protagoniza, escreve e dirige seu próprio curta. Confira!

  

A atriz Karen Gillan, a nossa eterna Amy Pond de Doctor Who está protagonizando seu curta metragem de terror chamado Conventional, além de protagonizar o filme, a atriz se tornou escritora e diretora do filme, onde ela vive (numa metalinguagem) uma atriz de filme de terror esquisitona que vê a sua carreira em pedaços.

O curta metragem você pode assistir abaixo:

Conventional faz parte da Fun Size Horror, um evento de curtas metragens de terror que mostrará um novo curta no gênero a cada dia de semana, o evento está acontecendo desde 15 de outubro e vai até o Halloween.

Ai que linda nossa Amy ❤️

Produção de Animes? Netflix está pensando nisso…

 
Em entrevista para o jornal americano The New York Times, o CEO da Netflix, Reed Hastings, revelou que a empresa pode começar a produzir animes exclusivos para os assinantes do serviço.

Além da produção de series e filmes, a Netflix vem cada vez mais investindo em animes exclusivos para seus assinantes.

Hastings não divulgou informações sobre o andamento desta nova empreitada da empresa, mas disse que em 2016 a Netflix ira utilizar 5 bilhões de dólares apenas na produção de conteúdo exclusivo.

Recentemente foi adicionado ao catalogo do serviço o anime Nanatsu no Taizai (que possui dublagem original e em português) e em janeiro de 2016 será adicionado o anime Ajin: Demi-Human, que terá seus episódios disponibilizado aos assinantes do serviço com um delay de 3 dias após a exibição na TV japonesa.

Agora sim os otaku vão ficar malucos 😝

Doutor Estranho: Benedict é flagrado em gravação do longa

  

Tudo indica que Benedict Cumberbatch (“Star Trek: Além da Escuridão”, “Sherlock”) como o Mago Supremo da Marvel Comics, o Doutor Estranho, já começou a sua jornada de gravações. 

Uma foto postada no Twitter pelo usuário Prayush Khadka revelou o que parece ser o set da adaptação da história de Stephen Strange, no Nepal. A imagem não mostra muita coisa, mas dá pra notar que o visual vai de encontro com a forma clássica do personagem e que as locações também garantem o ar “místico-oriental” da origem do herói.

A trama do filme é uma história de origem, bem próxima dos quadrinhos: o cirurgião Stephen Strange muda de “profissão” ao enxergar um outro caminho durante uma viagem para o Himalaia. Dirigido por Scott Derrickson (“Livrai-nos do Mal”), Doutor Estranho conta também com Tilda Swinton e Chiwitel Ejiofor e tem sua estreia prevista para o dia 4 de novembro de 2016.

#VEM2016

“Ela é destrutiva”, disse baterista de 5SOS sobre Taylor Swift

Reprodução: Portal Popline 

A banda 5 Seconds of Summer deu uma entrevista para o programa de rádio do Howard Stern nos Estados Unidos, e sem que houvesse muita explicação o radialista introduziu o assunto Taylor Swift. Perguntando se algum deles já havia tentado ficar com a cantora, Howard conduziu a conversa de maneira inusitada e arrancou uma declaração delicada de Ashton Irwin, o baterista.
– Você não acha que ela é o par perfeito? Ela faz música, você faz música…
– Ela é famosa demais! – diz outro membro da banda.
– Famosa demais?
– Ela me parece um pouco destrutiva. – começa Ashton.
– Por quê?
– Acho isso interessante. Acho legal que ela é uma pensadora. Ela escreveu muitas músicas sobre relacionamentos embaraçosos… Acho que boas músicas podem sair disso…
– Mas…?
– Mas…
– Você faria sexo com Taylor Swift?
– O quê?
– Você faria sexo com Taylor Swift?
– Acho que não.

Na mesma entrevista, Michael Clifford contou que tentou se aproximar dela em uma festa, antes do começo do namoro com Calvin Harris. “Nós estávamos numa festa, a Taylor deu essa festa, não me lembro o porquê e aí eu pensei ‘ok, vou lá falar com ela. Eu sou um cara bacana!’. Eu estava bem bêbado e aí começamos a conversar”. Mas a conversa não vingou e Taylor se distraiu com outras pessoas.

Mas gente, que papelão!

Gerard Way estará na CCXP 2015!

ABAIXA QUE É TIRO! Já não basta ser fã de quadrinhos e todas as nerdices, agora com mais essa… Ninguém aguenta!

  
O ex-líder do My Chemical Romance e roteirista Gerard Way foi anunciado como um dos nomes internacionais que participarão da Comic Con Experience 2015.

O músico será convidado especial da editora Devir, que publica aqui no Brasil a série de sua autoria The Umbrella Academy, ilustrada pelo brasileiro Gabriel Bá e vencedora do Prêmio Eisner de Melhor Minissérie em 2008.

Durante o evento será lançada a edição de luxo da HQ, The Umbrella Academy Suíte do Apocalipse em português.

A Comic Con Experience 2015 acontece entre os dias 3 e 5 de dezembro no São Paulo Expo, antigo Expo Imigrantes, próximo à estação Jabaquara do Metrô. Os ingressos para o fim de semana e os pacotes para os quatro dias estão esgotados, mas ainda é possível adquirir para quinta e sexta-feira, lembrando que Gerard estará lá na sexta, sábado e domingo. 

SEGURA BERENICE, VAMOS BATER!

E você? Não esqueça de garantir seus ingressos para a CCXP! 

“BABY, SHE’S A FIREWORK!”: Katy Perry é a mulher mais bem paga do mundo da música, de acordo com a Forbes

  

A Forbes divulgou, nesta quarta (4/11), a lista das mulheres que mais faturam no mundo da música e no topo do ranking de 2015 encontra-se Katy Perry, que arrecadou US$ 135 milhões em dois meses – cerca de US$ 2 milhões por cidade em que passou a “Prismatic World Tour”. Também entram no montante total seus contratos com marcas como Coty, Claire’s e Covergirl.

“Tenho orgulho de minha posição como patroa, uma pessoa que comanda minha própria companhia. Eu sou uma empreendedora… Não quero fugir disso”

Disse a Katy com orgulho, além de ser dona de sua gravadora possui também vários produtos licenciados, deixando artistas como Taylor Swift, Lady Gaga, Beyoncé e Britney Spears comendo poeira nesse ano.

O faturamento de Taylor Swift, a segunda colocada no ranking, é de US$ 80 milhões, ou seja, US$ 55 milhões a menos que Katy Perry. Confira a lista:

  1. Katy Perry – US$ 135 milhões
  2. Taylor Swift – US$ 80 milhões
  3. Fleetwood Mac – US$ 59.5 milhões
  4. Lady Gaga – US$ 59 milhões
  5. Beyoncé – US$ 54 milhões
  6. Britney Spears – US$ 31 milhões

Katy manda beijos estrelados nos corações dos Haters! 

“Hello, it’s me”: Novo single de Adele estreia no topo da parada canadense

  

 Como na maioria dos países mundo afora, Adele também emplacou sua nova música de trabalho “Hello” em primeiro lugar no Canadá. Com isso, a britânica superou dois astros locais, Justin Bieber e Drake, com as novas “Sorry” e “Hotline Bling”, respectivamente.

Apesar de não ter conseguido o topo, Bieber se manteve no Top 5 também com “What Do You Mean?”, em quarto, seguido de “Locked Away (Feat. Adam Levine)”, do duo R. City na quinta posição.

Já os álbuns mais comprados pelos canadenses esta semana foram “Sounds Good Feels Good”, do 5 Seconds of Summer”, seguido do novo trabalho do Marianas Trench, “Astoria”, e “Storyteller” de Carrie Underwood.

Em quarto ficou “Sun Leads Me On”, do Half Moon Run e “Octobre”, dos Les Cowboys Fringants fechando os cinco mais.

Confira abaixo os dez singles mais ouvidos no Canadá:

  1. “Hello” – Adele 
  2. “Sorry” – Justin Bieber 
  3. “Hotline Bling” – Drake 
  4. “What Do You Mean?” – Justin Bieber 
  5. “Locked Away (Feat. Adam Levine)” – R. City 
  6. “Wildest Dreams” – Taylor Swift
  7. “The Hills” – The Weeknd 
  8. “Renegades” – X Ambassadors 
  9. “Can’t Feel My Face” – The Weeknd
  10. “Downtown” – Macklemore

E os dez álbuns mais comprados:

  1. “Sounds Good Feels Good” – 5 Seconds Of Summer 
  2. “Astoria” – Marianas Trench
  3. “Storyteller” – Carrie Underwood 
  4. “Sun Leads Me On” – Half Moon Run 
  5. “Octobre” – Les Cowboys Fringants 
  6. “Forever Gentlemen” – Vários Artistas 
  7. “Drones” – Muse 
  8. “Beauty Behind The Madness” – The Weeknd
  9. “Laisse-moi Te Dire” – Paul Daraiche 
  10. “Revival” – Selena Gomez

Hurricane Adele não para, não para, não para não!

Confiram as primeiras imagens da gravação de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”

Confiram as imagens oficiais cedidas pela Entertainment Weekly! 

   
    
    
    
 
MUITO CRUCIO AGUENTAR ATÉ 2016! D:

KESHA CONSEGUIU LIMINAR QUE PERMITE ELA LANÇAR ÁLBUNS SEM VÍNCULOS COM DR. LUKE E SONY!

A justiça concedeu liminar a Kesha que permite a cantora de lançar álbuns sem vínculo com Dr. Luke e Sony.

  
Embora possa lhe custar muito, em termos de carreira, Kesha está avançando com o seu processo contra produtor top-tier Dr. Luke, que ela alega sexualmente agredida e abusou dela emocionalmente para melhor parte de uma década. Kesha está contratualmente obrigado a fazer mais três álbuns com Dr. Luke e sua gravadora Kemosabe Records, que é propriedade da Sony, e a menos que um juiz concede a liminar que ela pediu, Kesha não será capaz de gravar qualquer música mais até que ela cumpre a sua obrigação de seu suposto agressor.

Conheça mais sobre o caso.
De acordo com o processo de Kesha arquivado pouco mais de um ano atrás, Dr. Luke (vulgo Lukasz Gottwald) começou sua queixa logo após ela assinar com ele aos 18 anos, quando ele começou a fazer abusos sexuais frequentes. Uma vez, Kesha diz, ela acordou na cama do Dr. Luke, nua e ferida, depois de tomar “pílulas” ele deu a ela. Ela agora acredita que os comprimidos eram GHB, que é frequentemente utilizado para incapacitar vítimas de estupro. Kesha também implica Sony no processo, alegando que a gravadora não fez nada para parar os malfeitos de seu produtor “estrela”, colocando seus artistas do sexo feminino em situação de risco.

No mês passado, em nota a ThinkProgress, Kesha e seu advogado emtraram com pedido de liminar rápida, citando preocupações com a sua carreira estagnada:

Outras gravadoras, diz ela, não vão levá-la a diante nisso; ela apresentou depoimentos de pessoas na indústria do entretenimento que atestam ao fato de que as grandes gravadoras não vão tocá-la, porque elas estão preocupadas que vão ser processados por interferência ilícita. Ela também fez o caso que ela não pode esperar para suas batalhas legais para ser mais e, em seguida, começar a gravar novamente sem o tempo de inatividade impactando negativamente seu potencial de ganho; carreiras dos cantores pop só duram um tanto de tempo.

Em seu pedido de liminar, Kesha apresentou um depoimento que alegou Dr. Luke “tomou crédito para canções que ele não escreveu, para um programa de televisão que ele não chegou a produzir”, e elaborado sobre os danos que alegadamente causou. “Eu sei que não posso trabalhar com Dr. Luke”, escreveu Kesha. “Eu não posso fisicamente. Eu não me sinto segura de qualquer forma.”
Mas nos documentos judiciais arquivados Kesha na sexta-feira, ela diz ao juiz de Nova York que tanto a Sony como Dr. Luke se comprometeram a aplicar as cláusulas de exclusividade que impedirão Kesha de fazer música com ninguém, além deles, até ela terminar seu contrato. Sony tem ido tão longe a ponto de recusar-se a trabalhar com Kesha a menos que ela registra especificamente seus álbuns com Dr. Luke e com a Kemosabe Records.

  

Tanto o Dr. Luke e Sony acusaram Kesha de extorsão; um comunicado da Sony chama terno de Kesha uma “tentativa transparente e equivocada de renegociar seus contratos.” E se a história da indústria musical é qualquer indicação, as chances de Kesha de sair de seus compromissos legais são escassas. “Quase três décadas depois de Holly Anderson, o vocalista do Frankie Goes to Hollywood, ficou fora de um contrato que um juiz considerou injusta e unilateral, há mal nenhum exemplos de artistas com sucesso desembaraçar-se dos seus contratos de gravação”, escreve Max willens no International Business Times.
Mesmo no mundo rarefeito da Kesha, quando um contrato Sony está na balança, seu caso pode ajudar a explicar por que não-ricos, não-famosos sobreviventes de assalto sexual não costumam denunciar os abusos. A maioria dos sobreviventes conhecem o seu agressor, como Kesha supostamente fez, o que significa que saindo contra eles pode ter um efeito dominó sobre outros relacionamentos dentro de uma família, grupo de amigos, cena social ou local de trabalho. Opondo-se uma poderosa figura, conhecida em sua indústria, Kesha tem atraído a ira dos fãs e fez-se uma perspectiva de negócios menos atraente para outras gravadoras. Poucos têm se levantou para apoiá-la.
Outros sobreviventes não relatam assalto, porque eles estão preocupados de ninguém acreditar neles, especialmente quando as drogas ou trauma têm prejudicado suas memórias do abuso. Dentro de seu próprio selo e no tribunal da opinião pública, as alegações de Kesha foram descartados como uma manobra para favorecer aos seus próprios interesses. Este argumento tem sido usado para desacreditar sobreviventes de estupro desde sempre, especialmente quando o estuprador é uma celebridade ou figura pública. Mesmo depois de dezenas de mulheres vieram para a frente com histórias muito semelhantes de alegado abuso sexual de Bill Cosby, por exemplo, o comediante Damon Wayans chamou as acusações parte de um “dinheiro-lufa”, lançada após os atos de sexo consensual. O caso de Kesha também demonstra como fama e dinheiro pode ser uma cobertura eficaz das abuso: Dr. Luke ajudou a tornar a carreira de Kesha e a controla via contrato.

  
Na verdade, o apoio da Sony para o Dr. Luke pode ter mais a ver com os interesses comerciais da gravadora do que se deve ou não seus executivos acreditam realmente as alegações de Kesha. “O subtexto da resposta da Sony para apelos de Kesha pode ser que ela valoriza o relacionamento com Gottvald (sic), um produtor indicado ao Grammy, que fez dezenas de sucessos na Billboard para artistas como Pitbull, Kesha, Kelly Clarkson, Katy Perry, e Flo Rida, mais altamente do que valoriza o relacionamento com Kesha”, escreve Willens. 

O dinheiro fala, e quando milhões de dólares estão em jogo, pode afogar quase qualquer pedido de ajuda.

Mostrando como a indústria musical também é suja e corrupta, né mores?

Ryan Reynolds causando no Halloween de Deadpool

  

Como todos sabemos, Ryan Reynolds, protagonista de Deadpool (e palhaço de plantão nos sets de gravação) resolveu sair pelas ruas durante o Halloween com a fantasia do Mercenário Tagarela.

Além de postar uma imagem com a criançada em seu Instagram, o ator postou um vídeo em que o personagem zoa os poderes dos X-Men.

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js
Com direção de Tim Miller, o filme solo do Deadpool conta em seu elenco com Morena Baccarin, Briana Hildebrand, Ed Skrein, Gina Carano e T.J. Miller. Na trama, o ex-militar Wade Wilson é diagnosticado com câncer, mas encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra cirurgia. Recuperado e com incomum senso de humor, ele vai atrás da pessoa que destruiu a sua vida.
A previsão é que o filme estreie no dia 11 de fevereiro de 2016. 

Dá uma ligada no vídeo postado por Ryan Reynolds:

O que eu disse? Um palhação que mora em nossos corações ❤️

NBC está desenvolvendo uma versão de “Collision”, sucesso britânico da ITV 

Segura essa notícia!

Originalmente exibido em 2009 como uma minissérie em cinco partes, Collision acompanha um grupo de cinco estranhos que tem as vidas completamente mudadas após envolverem-se em um grave acidente na estrada. Além dos carros amassados existem dramas invisíveis e, com o início das investigações, a polícia é arrastada para mundos muito distintos e perigosos incluindo acobertamentos do governo, contrabando, relacionamentos rompidos e assassinato.

  

A versão americana terá o próprio criador da série, Anthony Horowitz, como showrunner ao lado de Carol Mendelsohn (CSI) e Julie Weitz. Horowitz já está escrevendo o roteiro dos dois primeiros episódios de uma encomenda inicial de dez episódios.

A produtora da versão original, Jill Grace, também estará na produção americana e declarou:

“Estamos muito satisfeitos por agora estarmos trabalhando em uma versão para a NBC. Sempre foi um sonho meu e do Anthony ter a série mais longa e em uma escala maior”

Pela ITV, Collision teve uma média de 7 milhões de espectadores e a minissérie também foi exibida nos Estados Unidos pela PBS.

“Anti”, novo álbum de RiRi deverá ser lançado no próximo mês, diz site

Disco deverá chegar ao mercado entre os dias 4 ou 11 de dezembro 

  
De acordo com o Hits Daily Double (um dos sites de rumores mais bem conceituado e conhecido por sempre acertar), o aguardado oitavo álbum de estúdio de Rihanna, intitulado “Anti”, deverá ser lançado no dia 4 ou 11 de dezembro. 

  
Vários motivos levaram a mudança de cronograma, segundo a publicação, um deles é o lançamento do disco “25”, de Adele, que chega ao mercado em 20 de novembro. Além disso, a barbadiana assinou recentemente um contrato com a Samsung, que investirá US$ 25 milhões para o marketing de “Anti”. 
No entanto, ainda não foi confirmado se a estrela pop deixará uma semana o disco com exclusividade pelo serviço de streaming de Jay Z, já que a artista possui uma parceria com esta plataforma. 
O novo material de Rihanna inclui os singles “Bitch Better Have My Money” e “FourFiveSeconds (feat. Kanye West, Paul McCartney)”. 

Basicamente, os rumores que circulam também envolvem o lançamento prévio por livre e espontânea pressão da mídia e dos fãs. Vamos ver no que vai dar! 

Justin Bieber libera vídeo dançando com fãs ao som de “Sorry”

  

Após uma semana bastante conturbada para Justin Bieber, ele libera um vídeo com seus fãs ao som de “Sorry”, além de dar continuidade a divulgação de seu novo single.

O cantor já havia lançado um clipe com a coreografia da música feita pelo grupo da Royal Family anteriormente. A canção promove “Purpose”, o quarto álbum do canadense que chega ao mercado em 13 de novembro, que já conta com o sucesso “What Do You Mean?” e a promocional “I’ll Show You”.

Confira a seguir o vídeo:

Simon Cowell, pai do One Direction, faz piada sobre Zayn durante premiação do MITA 2015

  

Com a On The Road Tour com os cintos apertados e um novo álbum virando a esquina, o pessoal do One Direction foram rapazes muito ocupados já esta semana, mas ainda conseguiram fazer a horinha para se vestir e ir até a Music Industry Trusts Award para homenagear o mentor, Simon Cowell.
Tendo sido sob a orientação do tio Simon todo o caminho de suas carreiras, desde o início no The X Factor até os dias de hoje, os rapazes têm claramente MUITO respeito por ele e subiram ao palco para apresentá-lo com seu prêmio de estar essencialmente muito bom no que faz.
Após alguns copos de vinho, no momento em que a entrega de prêmios começou, Simon subiu ao palco fazendo uma piada sobre ser ‘completamente crítico’ “antes de adicionar algumas observações sobre ter feito o inventor do botox ganhar muito dinheiro em seu tempo.”
Em seguida, houve aquela sobre a ausência de Zayn Malik do 1D, que ele fez para a banda como eles lhe entregou seu prêmio.

“Só por sorte eu recebi o prêmio que eu estava querendo toda a minha vida e eu estou completamente martelado. Hey pessoal, alguém sente falta de Zayn?”, ele disse assim que subiu ao palco.

Enquanto isso tem algumas risadas, 1D foram mais interessante em fazer Simon sentir mais pegajosos no interior de um bar derretida do chocolate aninhado até bum rosto de Niall no bolso de trás da calça jeans.
“Quando começamos no The X Factor nós nunca imaginamos como Simon mudaria nossas vidas”, disse Liam.

AWWWWW, olha que o Simon até que mandou bem dessa vez ❤️

BAM! Produtores de Demi desmentem uso não autorizado dos samples em “Stars”

  

Após o duo Sleigh Bells afirmar o uso não autorizado de samples na música “Stars”, presente na versão Deluxe de Confident, os representantes de Demi desmentiram as acusações. A dupla alega que a faixa possui trechos de “Infinity Guitars” e “Riot Rhythm”. “Não fomos informados. Iremos esclarecer isso”, disseram via sua conta oficial no Twitter após serem alertados sobre o tal “uso inautorizado”. 

Mas em nota à imprensa, os produtores Carl Falk e Rami Yacoub “Nós não usamos os samples em ‘Stars’. Demi também não esteve envolvida na produção. Ela apenas compôs”.
O Sleigh Bells, no entanto, acredita que houve sim o uso inapropriado. “Posso confirmar que a banda acredita que sua música foi ‘sampleada’ sem autorização e estamos procurando todas as soluções com a Island Records”, informou à revista Rolling Stones.

Vamos fazer mais um comparativo:

Confira “Stars” de Demi

Agora “Infinity Guitars” e “Riot Rhythm” de Sleigh Bells:


Existe uma grande semelhança no instrumental, mas o que podemos afirmar que Demi não está envolvida na produção da faixa e, aparentemente, os produtores não usaram a “sample” do duo, mas pode ter existido uma referencia ou algo do tipo. 

Mas que papelão ein?! 

Ludmilla faz tour pelos Estados Unidos!

  

Para quem acompanhou as redes sociais viu que a Ludmilla passou o Halloween nos Estados Unidos (invejinha rs) e, pela primeiríssima vez, a cantora viajou para o país para duas apresentações.

Além dos shows na noite de Halloween, Lud arrumou um tempinho livre para se divertir em Nova York e conhecer o escritório da sua gravadora. No YouTube, ela divulgou um vídeo com os bastidores, da uma olhada.

Qual o próximo passo? É Hoje World Tour? 😝

Sai segundo Sneak Peek de “Alice Através do Espelho”

  

Confira o segundo Sneek Peek de “Alice Através do Espelho” estrelando Mia Wasikowska:

Neste trecho podemos ver Alice, observando uma borboleta entrando no espelho.

“Alice Através do Espelho” tem lançamento marcado para 27 maio de 2016.

#VEM2016

Divulgadas datas da 2º Star Wars Run no Rio e em São Paulo!

  
Você que é fã da e já está treinando para correr na segunda edição do Star Wars Run, se liga que já foram divulgadas as datas da corrida em São Paulo e no Rio de Janeiro!

Enquanto a capital paulista terá a sua largada no dia 28 de novembro, no Rio acontece em 12 de dezembro. O evento é mais uma das estratégias de divulgação do lançamento de O Despertar Da Força, que acontece no Brasil em 17 de dezembro.

Em Sampa, o início da corrida será no Memorial da América Latina, às 21h. Como no ano passado, os participantes poderão escolher um lado da força para demonstrar suas habilidades para o percurso de 7Km. Cada quilômetro faz uma referência a um dos filmes da saga estelar. Já a edição do Rio de Janeiro vai ocorrer no Jockey Clube Brasileiro, na Gávea, com a largada também marcada para às 21h.

Nas duas edições, além de um trajeto temático, os corredores inscritos poderão representar o Lado Negro ou o Lado da Força. Os kits serão identificados a partir dessa escolha (uma camiseta com design e cor especial foi desenvolvida para cada lado).
Para os interessados em participar, as inscrições já podem ser feitas no site oficial do evento.

Quanto ao novo longa, marcado para estrear em dezembro, Star Wars: O Despertar da Força vai se passar 30 anos depois de O Retorno de Jedi e conta com a volta de personagens clássicos, como Luke (Mark Hamill), Leia (Carrie Fisher) e Han Solo (Harrison Ford). Entre os novos, estão Rey (Daisy Ridley), Finn (John Boyega), Poe Dameron) e Kylo Ren (Adam Driver).

Star Wars Run – São Paulo
Data: 28/11/2015

Local: Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda)
Valor: R$ 160,00
Percurso: 7Km
Largada: 21h
Mais informações: http://br.starwars.com/starwarsrun

Star Wars Run – Rio de Janeiro
Data: 12 de dezembro

Local: Jockey Clube Brasileiro – Tribuna C (Praça Santos Dumont, 31 – Gávea)
Valor: A Confirmar
Percurso: 7Km
Largada: 21h
Mais informações: http://br.starwars.com/starwarsrun

Assista abaixo ao trailer final do novo filme da saga:

Rihanna também recusa “Alive” música que Sia escreveu com Adele

 
Sia revela em entrevista com Ryan Seacrest que “Alive” circulou pelas mãos de outras cantoras antes de ser reservada para o álbum “This Is Acting”. Sia compôs a música com Adele, mas a cantora não gostou do resultado, então ela a ofereceu para Rihanna, que também não deu resposta. “Eu acho que ela avaliou e dispensou. Mandamos para ela, mas não é totalmente a cara dela, então não sei porque pensei nisso. É um sucesso, mas ela é um pouco mais ousada”, disse Sia.

Segundo Sia, ela esteve em estúdio com Adele, para tentar criar material para o álbum “25”, mas a colaboração não deu frutos para a inglesa. “Escrevemos três músicas em dois dias e nenhuma delas foi escolhida para a tracklist. Eu disse para ela: ‘você se importa se eu mandar essa para a Rihanna?’. E ela disse ‘tudo bem, mas tire meus vocais, porque não quero minha voz circulando por aí em uma demo’. Então tirei a voz dela e todo mundo ficou dizendo: ‘você não pode dar isso para ninguém!’.

Foi assim que “Alive” se tornou o carro-chefe do álbum “This Is Acting” (com lançamento marcado para 29 de janeiro), sendo mais uma faixa descartada para compor esse álbum que promete ser genial, pois ele inclui apenas faixas descartadas por outros artistas, como Beyoncé, Katy Perry, Shakira e Demi Lovato — que para não engaveta-las músicas, Sia decidiu lançá-las por conta própria.

Imagina que samba seria “Alive” na voz de Adele, mas seguindo a linha lógica, quem será que recusou “Bird Set Free” (novo single lançado hoje [3/11])?

Britney detona no TV Ad de “Jane, the Virgin”

Segura essa notícia! 

A participação da Britney Spears na série de TV “Jane, the Virgin” vai ao ar na próxima segunda (9/11) nos Estados Unidos. No TV Ad da série, dá para ver a cantora interpretando a si mesma e ensinando a protagonista Jane (Gina Rodriguez) uma coreografia para o hit “Toxic”.

  

No episódio, chamado “Chapter Twenty-Seven”, Britney Spears dará vida a uma rixa contra o personagem Rogerio De La Veja, interpretado pelo mexicano Jaime Camil. Essa rivalidade entre os dois dá o tom da prévia. Dá uma ligada no teaser:

Acho que o universo Pop Music está indo a falência, porque está cheio de popstars em séries de TV, além do normal. Teve Christina Aguilera em “Nashville”, Ariana Grande em “Scream Queens”, Lady Gaga em “American Horror Story”, só para citar algumas.

Adele disse que se arrepende de trabalhar com Damon Albarn

Mas que confusão!

 

Adele disse que ela se arrepende de trabalhar com Damon Albarn, depois que o par tinha tentado colaborar em seu próximo álbum, “25”.

Em entrevista à Guardian, Albarn revelou que o casal chegaram a trabalhar juntos por volta de setembro, mas que as sessões não tinha sido um sucesso. Ele disse na época: “Adele me pediu para trabalhar com ela e eu dediquei um tempo para ela … Será que ela não vai usar nenhuma das trilhas? Eu acho que não.”

Albarn acrescentou que o gravação soaria “incompleta”, e acrescentou: “A coisa é, ela é muito insegura. E ela não precisa ser, ela ainda é tão jovem”.

Quando perguntado sobre as sessões, Adele disse à Rolling Stone: “Acabou sendo um daqueles momentos ‘não conheça seu ídolo’. A coisa mais triste foi que eu era uma grande fã de Blur na minha adolescência. Mas foi triste, e me arrependo de sair com ele”.

O cantor acrescentou que o par não finalizou uma única música enquanto trabalham juntos: “Nada disso estava certo. Nada disso adequado ao meu registro.”
Damon Albarn sugere novo álbum Adele é ‘moderado’.

Adele ficou brava com a descrição sobre ela ser “insegura”, alegando que ela estava simplesmente pedindo a Damon conselhos sobre como sobreviver na indústria da música após a paternidade. Ela disse: “Eu sou a pessoa menos-insegura, eu sei. Eu estava perguntando sua opinião sobre os meus medos, sobre voltar com uma criança envolvida – porque ele tem um filho – E então ele me chama insegura?”

Que babado ein Adele!

No início desta semana, Adele fez história quando seu single “Hello” tornou-se a primeira música a ser baixada um milhão de vezes em uma semana em os EUA. “25” será lançado no dia 20 de Novembro.

Glenn voltará à série… mas não da forma que você o conhece

  

[Este post contém uma coletânea de spoilers, então, se você não tem acompanhado The Walking Dead, você pode não querer ler o resto desta história. Mas recomendo muito assistir o último episódio de TWD e então ler este artigo]

Por João Sampaio

É seguro dizer, por enquanto, que a maioria dos espectadores de The Walking Dead acredita que Glenn (Steven Yeun) ainda está vivo, mesmo que tenhamos visto com nossos próprios olhos Nicholas se matar e carregar Glenn junto com ele para um abismo de walkers.

Mas, se vimos os vagantes tirar as tripas de Glenn de seu peito e fazer um belo banquete com seu corpo – mas eram aquelas realmente as tripas de Glenn? Era realmente o seu corpo? – talvez não devemos ter tanta certeza disso, pois agora temos mais uma prova de que o ex-potencial companheiro de quarto de Sheldon Cooper e o marido de Maggie está totalmente a salvo.

Em uma entrevista exclusiva a MTV, o produtor executivo da série, David Alpert, discutiu o teórico destino de Glenn. Há algo nesta entrevista que certamente nos dá muita esperança. O produtor, que diz receber milhares de e-mails enfurecidos por dia, foi perguntado: “Eu só vou pedir para que você me de uma resposta muito simples: Glenn está morto ou ele está vivo?”.

É aí que Alpert nos dá as pistas e resposta que tanto desejamos. “Eu diria que o mais importante sobre Glenn é que ele tem sido há um bom tempo o ombro amigo de Rick, ele tem sido o cara que está sempre pronto pra ajudar”, disse o produtor.

Veja também: The Walking Dead é renovada para sua sétima temporada

Depois de lembrar aos leitores sobre a batalha de Rick e Shane que destacou a primeira temporada, Alpert também disse: “Eu sinto que o Glenn sempre foi o cara que dá uma segunda chance para todos, dá a todos a oportunidade de melhorar, de evoluir. Ele é o cara que nunca matou ninguém a sangue frio. Ele sempre foi o cara. Então acredito que – independente do que aconteceu com Glenn – o Glenn que conhecemos está morto”.

“Nicholas deu um tiro na cabeça e levou Glenn com ele. Então foi isso que custou a ele ser um bom rapaz. Assim, o Glenn bom rapaz, independentemente do que tenha acontecido com ele, não existe mais”, acrescentou Alpert.

Não estamos totalmente certos do que isso significa exatamente, mas o nosso melhor palpite é que Glenn de alguma forma sobreviveu. Existem diversas teorias que podemos apontar, com duas delas sendo as mais interessantes até agora, mas o que nos interessa aqui é que um dos personagens que acompanhamos por tanto tempo não está morto, quer dizer, pelo menos não o seu corpo.

O showrunner Scott Gimple afirmou em recente entrevista que só descobriremos se o personagem realmente morreu “na metade da temporada”.

O próximo episódio de The Walking Dead vai ao ar em 8 de novembro.

Reprodução: Observatório do Cinema

Adaptação para a TV de “Guerra e Paz “chega em 2016

  OMG! A BBC e a The Weinstein Company divulgaram o primeiro trailer de War and Peace, minissérie épica baseada na clássica obra de Leon Tostoi, Guerra e Paz. 

Confira abaixo:

A trama é centrada na jornada de membros de famílias aristocratas russas que sofrem as consequências da invasão do exército de Napoleão.

Compondo o elenco teremos Lily James (Natasha Rostova), James Norton (Príncipe Andrei Bolkonsky), Stephen Rea (Príncipe Vassily Kuragin) e Gillian Anderson (Anna Pavlovna Scherer).

A adaptação do roteiro para a TV fica por conta de Andrew Davis (House of Cards, Bleak House). Contando com a direção de Tom Harper (Peaky Blinders).

Guerra e Paz será exibida pelos canais A&E, Lifetime e History Channel em 2016.

E com certeza estaremos acompanhando de perto por mais novidades!

Blog no WordPress.com.

Acima ↑