Busca

Portal GODDAMNIT

Por que ser normal se você pode ser GODDAMNIT?

Categoria

Notícias

Review: Beyond The Space NerdLoot #4

Bom, para quem não sabe, NerdLoot é uma caixinha que você compra por R$69,90 + frete e você recebe de 5 a 7 produtos do tema da caixa de acordo com cada mês.

A caixinha do mês de dezembro foi com a temática de espaço e eu não poderia ficar mais contente com ela. Foi a primeira vez que eu comprei e eu com certeza comprarei mais vezes.

A caixa vem super arrumadinha com cards explicando tudo o que vem na caixa e tudo embrulhadinho num papel que também tem o desenho do tema.

Os itens dessa caixa foram:

  • Uma blusa do Kylo Ren com o Darth Vader que eu estou completamente apaixonada, provavelmente foi uma das minhas coisas favoritas.

12494621_1126555774035610_1445830805_o

  • Uma blusa do ‘Alien vs. Predador’

12494523_1126555744035613_1117412573_o

  • Um poster de Star Wars zombie

12483065_1126610677363453_1437643527_o

  • Imãs de geladeira

12499106_1126555884035599_1775745852_o

  • O Livro dos Sith que eu já tinha, mas não que isso fosse um problema

12499206_1126610654030122_704380763_o

  • Um broche do Spock

12490140_1126555677368953_409056823_o

  • Uma pelúcia do DARK2 662

12494267_1126610700696784_1755260134_o

  • e também veio um poster com todas as informações dobre sabre de luz.

Eu amei literalmente tudo que veio dentro da caixa e eu no tenho nada a reclamar, porque não esperava por tudo isso. Um único comentário que eu gostaria de fazer e também é uma dica para quem nunca comprou blusas na Nerd Universe: os modelos são meio pequenos, pelo menos os femininos, então eu recomendo que você compre um número maior, porque eu já tive vários problemas de comprar blusas lá e vierem muito pequena e acabar tendo que dar ou para a minha irmã ou para a minha amiga.

A próxima caixa é sobre sagas e com certeza eu vou comprar e fazer mais review para vocês.

1 pergunta: vocês gostariam que eu fizesse um unboxing da próxima caixa?

Anúncios

JUSTIN BIEBER REVELA: “Purpose” é um álbum visual!

É TIRO ATRÁS DE TIRO!

  

Você achou que só Beyoncé poderia ter um álbum visual? Pelo visto Justin Bieber discorda e agora tornou “Purpose” em um álbum visual!

Justin convocou grupos de dança para criarem coreografias temáticas para todas as suas músicas novas. Conta com um pouco de tudo, que ele orgulhosamente chama de “Purpose: The Movement”. 

Como Justin estava afogado em criativas por seu comportamento nas últimas semanas, ninguém esperava algo do tipo, mas o vídeo de dança para a música “Sorry” era uma prévia do que estava por vir desse projeto a pondo de ganhar o VEVO Certified pelo sucesso do vídeo, passando a marca de 100 milhões de visualizações em 3 semanas! Uau!
Tudo isso é para promover “Purpose”, lançado nessa última sexta (13/11). Os vídeos também contabilizam streamings, que são levados em conta na formação das paradas internacionais atualmente. 

Vamos conferir todos:
Mark My Words

I’ll Show You

What Do You Mean?

Love Yourself

Company

No Pressure

No Sense

The Feeling

Life Is Worth

Where Are Ü Now (Diplo, Skrillex)

Children

Purpose

Sensacional essa proposta! 

E você? O que achou desse golpe surpresa?

Finalmente! Anitta lança versão de “Totalmente Demais”

  

Como muitos devem ter visto nos comerciais da nova novela das 7 na Globo, a cantora Anitta regravou a música “Totalmente Demais”, sucesso da banda de rock Hanói Hanói (1986) que já havia sido remixada e atualizada em 2006 pela cantora Perlla (que deixou saudade). 

Nesta versão da música, Anitta conta com a participação do cantor mineiro Flávio Renegado.
Dá uma ligada:
A cantora regravou a música a pedido da TV Globo para usá-la de tema dessa nova novela das 19h, “Totalmente Demais”. 

Onde também, como não é boba e nem nada, incluiu versão alternativa com Duduzinho, que entra como faixa bônus em seu disco “Bang”, disponível no iTunes. 

Fãs produzem curta para Dragon Ball Z, e ficou genial! Confira!

Não sei o que dizer sobre esse curta só sentir!

  

Todos os fãs (inclusive eu, rs) se decepcionaram com o live action do anime para os telões, não há o que discutir sobre isso. Mas graças aos deuses muitos ainda se inspiram com a obra de Akira Toryama, onde podemos ver super produções como a feita pela equipe da Black Smoke Films. 

A equipe fez um curta metragem em live action digno de atenção das grandes produtoras hollywoodianas, baseado em Dragon Ball Z, na batalha de Cell e dos andróides (mais especificamente). Chamado “Dragon Ball Z: The Fall of Men (Dragon Ball Z: A Queda dos Homens), a produção é de alta qualidade e depois de assisti-lo, você vai ver quão ruim foi o “DBZ Evolution” e querer continuação desse curta com pelo menos 3 filmes produzidos pela Black Smoke Films, rs.

“O mundo não é como deveria ser. Alguma coisa aconteceu no percurso.”

Confira o curta:

Confira alguns posters do curta:
   
   

Muito bom, né? Esperamos grandes coisas dessa equipe genial! 

PHOTOSHOOT: Katy Perry na H&M Holiday Campaign 2015! 

Abram alas pois a mulher que mais faturou no mundo da música nesse ano vai passar! 😝

Katy Perry destruindo por onde passar, desde a Prismastic Tour que rodou o Globo ela não parou. Agora ela está com a H&M na Holiday Campaign 2015 posando com classe digna de natal!

Confira:

   
    
     

Rainha demais, né mores?

Imagens por H&M

REVIEW: “TAXIDERMY” por Sharon Needles

TAXIDERMY

  


Label:
Sidecar Records & Producer Entertainment Group

Advisory:
Explícito

Lançamento:
31/10/2015

Copyright:
2015 Sidecar Records & Producer Entertainment Group Total

Duração:
38 minutos

Gênero:
Dance

Ranks:
#869

Classificação: ★★★★☆ (4.5/5 estrelas)

HAIL SHARON NEEDLES! RAINHA DO HALLOWEEN!

   Além de ser conhecida como vencedora da quarta temporada de RuPaul’s Drag Race, onde Sharon Needles compartilhou sua paixão pela arte e individualismo no palco principal, provando para os fãs da série que ela valia mais do que 15 minutos atribuídos a uma estrela do famoso reality. A nova atenção encontrada deu Needles a chance de hospedar seu próprio show de horror na LOGO, se tornar o rosto para a PETA e lançar seu primeiro álbum em 2013.
Para PG-13, Sharon deu seu público o que eles queriam, mostrando seu punk-rock e raízes de love horror na coletânea de faixas. Apta para tocar uma festa no necrotério local, ou a pista de dança mais próxima, gemas pop espumantes, como “Call Me On the Ouija Board” e “I Wish I Was Amanda Lepore” foram envolventes e autênticas, enquanto “Everyday Is Halloween” e “Why Do You Think You Are Nuts?” soam de forma mais dramática, vindo diretamente do coração de uma pessoa auto-proclamada estranha.

   Quase três anos mais tarde, Needles cresceu, tornando-se um “muito mais precário adulto e não confiável”, onde a maturidade fica evidente no conteúdo lírico de seu segundo álbum “Taxidermy”. Em vez de inspirações de metal e punk, as guias das faixas contam como anfitrião algo mais comercial, EDM, mainstream pop, tornando a nova versão mais polida e coesa do que seu álbum de estréia.

   Tendo como carro-chefe o single “Dracula” e lançado no Dia das Bruxas, é a trilha sonora perfeita para as almas mortas que vagam pela terra… e na boate mais próxima.

   O álbum começa com o single, que muitos fãs já tiveram acesso antecipado pelas performances live da cantora, “Dracula” que é uma canção de amor sádico inspirado por um dos vampiros mais reconhecidos por sempre voltar dos mortos. Com uma batida de apoio inspired-wave dos anos 80, performance vocal profundo e hipnótico, Sharon ‘sedutoramente soletra o nome de seu mestre. Com uma subjacentes influenciadas pelo hard rock, e um gancho catchy, é uma provocação forte e apropriado para o que vem a seguir.

   “Dandelion Dead”, onde Sharon diz ser sua faixa favorita do álbum, mostra, um lado humano vulnerável, um lado que normalmente não é exposto. Como ela questiona Deus e atira de volta seu licor favorito, uma performance vocal delicada e reflexiva tornam-se o momento brilhante da balada emocional. “Você diz que você não vai sair, juntos, morrer sozinho, o amor é uma piada de mau gosto”, ela canta com o estilo in the dark ainda inspirações cativantes se juntam para formar uma imagem sombria do verdadeiro amor.
Uma mistura satisfatória da drag persona e a música motiva Sharon, o que ocorre na faixa-título infeccioso, uma produção synth-pesado, onde uma idéia diferente de perfeição é exibida. Enquanto o compositor beira o criminalmente insano, “Taxidermy” é uma representação inteligente de como o artista vê a beleza em sua própria mente perturbada. Não são apenas as referências sombrias e divertidas, mas Sharon tem encontrado uma maneira bem sucedida para superar suas inspirações exageradas com batidas radio-friendly. The Death Becomes Herbé apenas a cereja no topo.

 
Sharon soa deprimida e mal-humorada da forma que ela luta com os ideais da famosa sobre “Hollywoodn’t”, uma balada eletrônica que consegue graças a uma outra performance vocal sem senso de humor e de composição narrativa sólida. “Há uma razão pela qual, tantos sonhos morreram, em uma colina íngreme, por um sinal iluminado”, a artista canta em linha de abertura da faixa, abrindo caminho para uma releitura dos dramas, mágoas e desilusões que vêm com a tentativa de gravar seu nome na Calçada da Fama.
Depois de já estar coberta com sucesso Ministério de “Everyday Is Halloween” para PG-13, Needles agora dá o hit dançante de 1977 com referências de Cerrone, “Supernature”, de sua própria produção. Enquanto uma verdadeira cobertura fiel ao clássico disco, o artista lança as influências subjacentes originais para melhor refletir sua personalidade assustadora, EDM-loving, bem como o corte da faixa de 10 minutos para um comprimento de 4 minutos mais forte que o normal. A faixa pode ter sido lançado há 40 anos, mas certamente pertencia a Needles em uma vida passada.
Na faixa “Lucy”, a artista canta sobre querer ser usado em uma relação doentia. Needles interpreta o personagem do enlouquecido, amante obcecado dando um aviso para seu homem a nunca sair do seu lado. A faixa é transportada por uma performance vocal convincente e uma premissa intrigante, no entanto, é a produção orientada para o piano eletrônico que rouba o show desta vez. O cintilante, as batidas mexem e prendem a atenção do ouvinte à medida que se orienta através da história de um amor instável.

 

“Wendigo” encarna o sem remorso, um tanto grotesco, estética de Sharon que estava faltando a partir das faixas anteriores. Construída em torno do mito de um canibal meio besta meio humano com fome de carne, as batidas, faixa electro-pop mostra Needles na caça, devorando seus inimigos com uma performance vocal feroz explícita e um coro que deixa pouco à imaginação. Embora um pouco repetitivo, a vibe dark que se sente como um ajuste perfeito para o artista e sacia sua sede de sangue.
Como um candidato perfeito para um futuro, single “Glow in the Dark!”, Needles rompe barreiras mais para o território pop mainstream, onde ela estava oscilando em seu último álbum. Com nostálgico, letras inspiradoras e um batimento eufórico, espumante, é uma forte evidência de que a artista está encontrando seu caminho para rádio pop um dia. “O momento não estava certo, mas quando as estrelas alinhadas, pela primeira vez eu senti como se tudo ficaria bem”, a artista canta sobre o pré-hook induzida por amor antes do pulsante, refrão energético bastante pulsante.
Infelizmente, se o álbum teve um passo em falso, então seria “Scream”. Para uma canção que realmente engloba o amor pelo Halloween, natureza da artista, mesmo incorporando uma referência Michael Myers, o produto acabado não faz muito para o álbum ou Sharon. Clocking em menos de três minutos, cheio de um gancho repetitivo e underwhelming, a faixa parece um último minuto, se subdesenvolvido. O sinistro, a vibração pessimista pode ser apreciada, e, pelo menos, nos finalmentes Sharon chega com sua risada característica. Isso é algo, certo?

 
A composição reveladora de “The Damned” dá o estilo de metro da pista um toque pessoal como Sharon canta sobre sua vida seguindo-a cantar no prazo Drag Race, e as inúmeras vezes que ela recebeu críticas por seu comportamento ultrajante. “Pontes são difíceis de construir e fácil de queimar, folgas fogo à vontade, e agora é a nossa vez”, ela canta embora admitindo que sempre perder o jogo de tentar entreter e não ofender. A produção dubstep apoio é intrigante, certificando-se de ouvintes ficar por aqui para o passeio.
O álbum fecha com a “Whammy”, uma confissão do brilho de uma ânsia por dinheiro e poder. Embora o uso de um game show clássico para a idéia inicial é inteligente e louvável, e o uso de EDM e avarias dubstep sugere Sharon em seus futuros projetos, pela primeira vez no álbum, é a composição que pesa o esforço. A canção é uma experiência divertida, um caminho que o artista ainda não tinha seguido ainda, mas para uma faixa de encerramento, pode deixar um gosto amargo na boca dos ouvintes. Algo com sabor de “quero mais”.
“Taxidermy” pode ser facilmente considerada uma melhoria do seu antecessor over-the-top, mas também apresenta crescimento artístico de Sharon Needles, uma concorrente do reality show que lança imensa paixão e convicção em sua forma demoníaca de arte. Essa paixão é evidente uma segunda vez como a artista apresenta seu conceito com um temas relacionáveis na composição de 11 faixas, cheia até a borda com batidas envolventes, infecciosas desde o gênero pop até o rock, EDM e dubstep. Sharon pode não ser o mais vocalmente talentoso competidor Drag Race para mergulhar no universo da música, mas ela usa e abusa desse lado andrógino para trazer suas inspirações para a vida. Sharon soa confiante e em sua zona de conforto. O artista está à procura de almas para trazer de volta com ela para o submundo, começando com o aqueles que ela tem de mais precioso ao seu coração negro.

Faixas must-listen: “Drácula”, “Dandelion Dead”, “Taxidermy”, “Hollywoodn’t” e “Glow in the Dark!”.

https://playlists.applemusic.com/embed/pl.17ccc15aaf2c41b59e47712fe74393a3

TRAILER: “Procurando Dory” tem seu primeiro trailer divulgado!

   

Confira o trailer de Procurando Dory:

A animação vai mostrar a simpática peixinha Dory vivendo feliz com sua nova família, até que um evento traumático faz com que ela saia em busca de seus inúmeros parentes. Marlin e Nemo não ficam de fora dessa aventura, os dois vão atrás de Dory com uma baleia beluga chamada Bailey. 
“Procurando Dory” tem data provista para estreia 30 de junho de 2015.

E aí? Ansiosos? 

Rita Ora foi desafiada e faz cover de Hello, de Adele, e não saiu da forma que esperávamos… 

  

Para divulgar sua nova música em parceria com Sigma, “Coming Home”, a britânica Rita Ora foi à rádio Capital FM e foi desafiada a cantar “Hello” da Adele. A locutora só não imaginava a forma que ela ouviria a música. Pois bem, Rita aceitou o desafio, mas acabou que foi inventando um idioma próprio – seja por não dominar a letra ou algo do tipo. 

E saiu assim:

Clique e confira

A atual jurada do “The X Factor UK”, deixando o “The Voice UK”, acabou que adiou o lançamento de seu álbum novo para 2016. 
  

Ela disse em entrevista “Eu estava esperando que ele [o álbum] saísse ainda este ano, mas a realidade é que não vai. Fisicamente eu não teria como conquistar o sucesso que eu quero com meus candidatos do ‘X-Factor’ e o disco então eu vou fazer uma coisa de cada vez”.

Então tudo bem Rita, está perdoada, mas queremos ver um bom trabalho vindo dos dois lados, viu?

BANG! Aprenda a coreografia do novo sucesso de Anitta, com ela própria!

“Bang” virou um estouro na carreira de Anitta, quebrando recordes de visualizações, explodindo em vendas, impulsionando a carreira da cantora e garantindo seu lugar nos charts, inclusive sendo a primeira brasileira a ganhar a categoria de Melhor Artista da América Latina no EMA! Isso tudo e muito mais.

  

Anitta não vem parando e não vai ser agora que vai parar! Confira agora o vídeo onde a poderosa ensina a coreografia de seu novo sucesso “Bang”!

Com 1 mês, “Bang” atingiu a marca de 22,9 milhões de visualizações do YouTube.

Já aprendeu pra fazer com as amigas na boate? 

“Only You”, novo dueto natalino de Kylie Minogue com James Corden, confira!

 

Kylie “mozona” Minogue disponibilizou uma das faixas gravadas que compõe seu álbum natalino chamado “Kylie Christmas”. A canção é um dueto com o apresentador de talk show James Corden e se chama “Only You”, confira:

As fontes dizem que essa faixa começou como uma brincadeira entre os dois, mas a gravadora gostou cantando que decidiu inseri-la no álbum! Uma brincadeira sensacional essa 😉

  

O “Kylie Christmas” será lançado na próxima sexta (13/11), e tem também participações de Iggy Pop, Dannii Minogue e até uma póstuma do Frank Sinatra!

Mal podemos esperar!

Selena desabafa: “Então percebi que tinha que fazer por mim mesma”

 
Em entrevista à rádio 106.1 Bli, Selena Gomez fala sobre o álbum “Revival” (caso não tenha notado, ela tem priorizado as rádios nessa etapa de divulgação) e acabou fazendo um desabafo sincero. “Teve tanta gente querendo que eu falhasse”, disse a cantora. “Houve momentos em que eu estava muito cansada, não sabia o que dizer, as pessoas não estavam gostando do que estava saindo, e então eu percebi que tinha que fazer isso por mim mesma”.  

 Na mesma época da produção do disco, ela teve que lidar com críticas maldosas com relação às suas fotos de biquíni no México, o que refletiu no processo criativo. “A cada sessão que eu ia no estúdio, falava: ‘aqui é onde estou, o que eu quero, o que eu preciso e como eu quero que seja feito, como vou falar isso, do que vou falar…”, lembra.

E acaba que o resultado do álbum foi melhor que o esperado: um nº1 na Billboard 200 e dois singles bem sucedidos – “Good For You” e “Same Old Love”. Para ela, significa aprovação de suas intuições. 

Selena, neste álbum, trabalhou como produtora executiva pela primeira vez. “Eu tive que começar do começo, eu me mudei da minha casa, transitei para uma nova gravadora, novos agentes, é tudo muito novo para mim mas ao mesmo tempo eu venho fazendo isso há tanto tempo que eu estava tipo ‘eu sabia o que eu não faria e o que eu faria’”, conta.

Selena sambou, quando muitos não deram folga, ela se manteve forte e conquistou com honra seu lugar ao sol. #TeamSelena

Lana Del Rey regrava “Some Things Last A Long Time”, de Daniel Johnson, para documentário sobre o cantor

 
Você conhece o cantor (e muito bom compositor) Daniel Johnson? Então agora você poderá ouvir um de seus sucessos na voz de Lana Del Rey. A cantora regravou “Some Things Last A Long Time” para um documentário sobre o artista, ainda não lançado.

Confira uma prévia no trailer do documentário “Hi How Are You Daniel Johnston”, pois a faixa na íntegra só estará disponível a partir do dia 11 de novembro, quando o projeto for lançado na internet.

  

Para quem não sabe, Lana Del Rey participou ativamente do projeto. A cantora foi uma das muitas colaboradoras financeiras do documentário que só saiu após uma ação de crowdfunding.

Nascido nos Estados Unidos na década de 1960, Daniel Johnson ficou conhecido entre artistas alternativos e lançou mais de 20 álbuns e coletâneas. Ouça abaixo a versão original de “Some Things Last A Long Time”:

Justin Bieber divulga trecho de música inédita em novo vídeo, confira!

TCHAM NAM NAM NAM!

  Justin Bieber, em seu Twitter oficial, divulga uma espécie de “TV AD” para seu novo álbum, “Purpose” (com lançamento agendado para a próxima sexta-feira, dia 13/11) e conta com um trecho de uma música inédita. 

No vídeo, ele aparece em um uma trilha com três modelos loiras e se senta para tocar piano no meio do nada. Assista:

Outra música divulgada recentemente foi “I’ll Show You”, bem recebida pelo público. Ela foi liberada como parte da pré-venda virtual do disco.

Acho que o álbum do ex-baby baby vai ser um estouro! 

A Head Full Of Dreams: O álbum final de Coldplay contará com Beyoncé, Tove Lo e muitos mais.

Em dezembro passado, Chris Martin do Coldplay disse que a banda estava trabalhando em seu álbum “final”, A Head Full Of Dreams. Quase um ano depois, eles anunciaram que o álbum será lançado 04 de dezembro via Parlophone. É chamado de A Head Full Of Dreams, e dispõe de vários convidados, incluindo Beyoncé, Noel Gallagher, Tove Lo, e Merry Clayton. Abaixo, ouvir o primeiro single, “Adventure of a Lifetime”, confira a a arte e a tracklist:

  
A Head Full of Dreams:

  1. A Head Full Of Dreams
  2. Birds
  3. Hymn For The Weekend
  4. Everglow
  5. Adventure Of A Lifetime
  6. Fun
  7. Kaleidoscope
  8. Army Of One
  9. Amazing Day
  10. Colour Spectrum
  11. Up&Up

Em entrevista do ano passado com Zane Lowe, Martin comparou o álbum de seu sétimo para “o último livro de Harry Potter ou algo assim”, dizendo que é “a conclusão de alguma coisa.” Ele explicou: “Eu tenho que pensar nisso como a última coisa que estamos fazendo. Caso contrário, não iria colocar tudo nele.”

Coldplay gravou o álbum em Malibu, Los Angeles e Londres, com produtores Stargate e Rik Simpson.

ATUALIZAÇÃO (11:25): 

Esta manhã, Coldplay apareceu na BBC Radio 1, onde se improvisou três músicas de algumas mensagens de texto muito chatas enviados para a estação. Assista que abaixo.

Em 13 de novembro, eles também transmitirão as primeiras performances de algumas das canções do álbum através do TIDAL. Não haverá um paywall sobre isso (graças a Deus).

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑